Anéis-de-Segmentos
Anéis-de-Segmentos

Anéis de Segmentos

Você sabia que os anéis de segmento estão diretamente ligados à potência do motor e na emissão de gases pelo escapamento. Consideradas peças pequenas e frágeis, os anéis de segmentos são responsáveis pelo controle da película de óleo nas paredes do cilindro, através deles é possível assegurar a compressão na câmara de combustão e controlar parte do calor gerado no pistão para o cilindro, ajudando a dissipá-lo.

Os anéis de segmento ou anéis de pistão como são conhecidos, são compostos por um jogo com três tipos: o anel de compressão, o anel raspador e o anel de óleo. Cada anel deste possui um formato específico e funcionalidade diferente.

Anel de compressão

O anel de compressão é responsável por garantir a compressão na câmara de combustão, o que deve assegurar o maior contato com o cilindro e vedar a folga existente entre ele e o pistão. Assim, o anel possibilita que o pistão continue comprimir a mistura de ar e combustível para a queima e garante um bom aproveitamento da energia gerada por esse processo — tudo isso enquanto impede a passagem dos gases para o interior do cárter.

Anel raspador

O anel raspador tem como funcionalidade retirar o excesso de óleo lubrificante das paredes dos cilindros, deixando somente uma fina película, oleosa, satisfatória para reduzir o atrito entre o cilindro e os anéis. Assim, o excesso de óleo raspado retorna ao cárter. O anel raspador também permite a troca térmica entre o calor do pistão e a parede do cilindro, auxiliando no controle da temperatura do motor e evitando que a alta temperatura cause uma fusão do pistão.

Anel de óleo

O anel de óleo está diretamente ligado ao anel raspador, uma vez que, sua função é justamente descarregar o excesso de óleo para dentro do cárter.

O Anel de óleo atua na otimização do trabalho dos pistões dentro do cilindro e, consequentemente, melhora o desempenho dos motores.